MINHA META

Desde o princípio


Só na casa dos 60
A dieta definitiva de Beck tem como objetivo mudar os pensamentos sabotadores (que fazem me afastar da dieta) para pensamentos adaptativos (que me conduzirão ao sucesso). Os pensamentos sabotadores me incentivam a comer, minam minha autoconfiança, aumentam o meu nível geral de estresse e de quebra me autorizam a desconsiderar os conselhos do livro.

Quando ficar atraído por um alimento que não possa comer ou chegar realmente a comê-lo, ou ficar infeliz com algo relacionado à dieta, pergunte-se: O que está passando por minha cabeça agora? O que estou pensando? Anote esses pensamentos em seu diário.

Pensamento sabotador: Na maioria das vezes, eu não penso em nada, apenas me sinto abatido e desanimado.
Resposta adaptativa: Na realidade, estou tendo pensamentos que estão me levando a me sentir de mal a pior. Preciso identificá-los!

Alguns pensamentos sabotadores e as respostas úteis
1) Eu não quero me sentir privado... MAS eu posso modificar, com antecedência, minha dieta e inclulr meus alimentos favoritos. Além disso, e preferível suportar alguma privação e ficar magro do que comer algo que quero - todas as vezes que quiser — e engordar.
2) Eu não quero ter que tolerar a fome ou desejos... MAS existe uma porção de coisas que posso fazer para diminuir meu desconforto e, se eu não aprender a tolerar essa emoção negativa, não serei capaz de manter meu emagrecimento.
3) Eu não quem ter que comer dířerenfe da outras pessoas... MAS é o preço que, algumas vezes, vou ter que pagar para me tornar uma pessoa definitivamente magra.
4) Eu não quero ter que escrever um planejamento sobre e que vou comer. Quero comer espontaneamente... MAS não posso agir assim e ficar na expectativa de me tornar magro.
5) Eu não quero ter que mudar minha rotina para criar tempo e energia a fim de fazer dieta... MAS preciso encarar o fato de que não serei bemsucedido a menos que aja dessa maneira.
6) Eu não quero que outras pessoas fiquem tristes comigo por causa das mudanças que estou fazendo... MAS eu tenho o direito de fazer o que for preciso para emagrecer, desde que não aja maldosamente, fazendo outras pessoas se sentirem mal.

Preciso fazer um diário (acho que em papel será mais fácil...) para colocar os pensamentos sabotadores que tenho. Andarei com ele na bolsa, pois eles podem aparecer em qualquer lugar... Preciso marcar para ter noção do que penso naquelas horas em que me desanimo, e poder me preparar...

Mudando de assunto, hoje estou indo para São Paulo pegar minha Carteira de Identidade Profissional (UHU). No entanto, seguindo os conselhos de vocês, estou levando barrinhas de cereais e duas goiabas para comer de lanchinhos, para não atacar os lanches que esbarram nosso caminho quando precisamos comer na rua...

Amanhã eu posto o cardápio de hoje! Beijocas meninas!

Para amanhã as tarefas são:
1) Ler a lista das razões que tenho para emagrecer e outros Cartões de Enfrentamento, quando precisar;
2) Sentar-me na cozinha para comer, comendo devagar, prestando atenção e saboreando os alimentos;
3) Planejar a alimentação, mensurar os alimentos, fotografar e preencher o Jornal Pessoal logo após comer, evitando a alimentação não planejada;
4) Agendar atividades físicas mantendo-me firme no plano de exercícios escolhido;
5) Ficar atenta a meu corpo para conseguir diferenciar fome, vontade e desejo incontrolável de comer; Também prestar atenção à sensação de saciedade, parando de comer assim que estiver satisfeita, sem me empanturrar;
6) Não esquecer: EU TENHO A CAPACIDADE DE ESPERAR ATÉ A PRÓXIMA REFEIÇÃO!
7) Elogiar-me e dar uma moeda a cada atitude correta frente ao emagrecimento, para poder comprar um presente a cada 2 quilos emagrecidos; Dizer PACIÊNCIA! se não emagrecer o esperado;
8) Se estiver frustrado por não poder comer algo, dizer PACIÊNCIA! para a decepção. Se me sentir injustiçado por estar fazendo sacrifícios, lembrar-me as vantagens dessa mudança de hábitos;
9) Conseguir me perdoar quando sair da dieta, e estar preparada para voltar à ela na refeição seguinte e não na 2ª feira seguinte!
10) Se estiver desanimado, lembrar-me de minhas conquistas, que este desânimo é passageiro, que eu já enfrentei coisas piores, e que as vantagens de emagrecer são maiores que os sacrifícios que faço: EU PREFIRO SER MAGRO.
11) Refletir sobre minhas experiências alimentares para fortalecer meus hábitos bons e aprender sobre meus erros;
12) Escrever sobre meus pensamentos sabotadores, e como lidei e/ou poderia ter lidado com eles (preciso criar um diário sobre estas reflexões);
13) Reconheça erros cognitivos (26ª tarefa).

Mais informações sobre o livro "Pense Magro", olhem a reportagem da Veja sobre o livro neste post.

7 comentários:

paty ex- gordinha disse...

amiga tenho que aprender a IDENTIFICAR esses pensamentos,sempre me chegam no fim do dia.
bjos

Dri disse...

Olá querida, estou lendo o Pense magro também. Dei uma para estes dias pra organizar minha vida e horários, mas logo quero voltar a fazer as tarefas! Que bom que está animada, seu humor tem estado bom estes dias, continue assim!!!

Claudinha disse...

Oi Naty, td bem?
Eu preciso prender com essas dicas, ajudaria muito mais a alcançar os meus objetivos!
Ótima matéria!

Bjs

Danny disse...

Ola linda, está sendo mt bom acompanhar cada tarefa desse livro.Obg por compartilhar conosco.
Desejo uma linda semana.Bjs

Tamara Araújo disse...

amiga vi agora que vc diminuiu mais seu peso... parabéns viu...
te adorooo

Tatha, somente... disse...

Amiga, seus posts estão cada dia melhores...adorooo

realmente VOCÊ e NÒS temos capacidade de esperar a próxima refeição ^^

Bom amiga, barrinha de ceral e goiabas na bolsa...isso mesmo que tem que ser...nada de atacar coxinhas hein...hahahahah

bjossssssssssss

NÉBIA disse...

Nossa to amando ler esses seus post...são inspiradores...bjus

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Seu incentivo é muito importante para mim!

Related Posts with Thumbnails