MINHA META

Desde o princípio


Só na casa dos 60
Bom dia!

Passei este feriado organizando minhas tarefas do Pense Magro e descobri pelo livro que deixei algumas passar. Então hoje e amanhã as colocarei em prática.

A primeira é a do dia 5, Alimente-se Devagar e Conscientemente:
Tome o café-da-manhã e almoce sozinho hoje. Assegure-se de que não terá nada que possa distraí-lo, como TV, livro, computador ou pessoas conversando. Ponha no seu prato tudo que faz parte dessa refeição e retire as travessas da mesa antes de começar a comer. Pegue pequenas porções e mastigue lentamente. Termine de mastigar e engula cada porção antes de colocar mais comida no garfo. Descanse os talheres depois de algumas porções e conte até 10 antes de pegá-las novamente.

A outra tarefa é a do dia 13, Supere o desejo incontrolável por comida:
Dê uma olhada no quadro Minhas Técnicas de Distração, e acrescente algumas outras coisas que possam distrair você da ideia de comer. Sempre que você sentir fome ou estiver tendo um desejo incontrolável de comer escolha cinco atividades da lista para tentar se distrair. Pule ou adie uma das refeições ou o lanche de hoje para poder praticar. Depois que utilizar as atividades da lista, avalie quanto cada uma foi eficaz na redução do seu desconforto.

Café da manhã: Fiz isso e foi muito, mas muito chato... Levei 22 minutos, levantei para lavar louça entre uma garfada e outra. Descobri que mastigo pelo menos 40 vezes cada bocado, e o meu problema não é isso, isso para mim é natural, o problema é o que fico fazendo enquanto mastigo... Ficar encarando a geladeira não é legal... Preciso de alguma distração! Não sei se serei capaz de fazer isso todos os dias. Comer devagar é uma coisa, mas mastigar sem fazer outra coisa, não consigo! Ah, e no final, já não aguentava mais comer, tive que meio forçar, fiquei com uma sensação ruim... Preciso pensar sobre isso, pois quero comer menos, mas meu problema não são as refeições, então não faz sentido minha fome acabar rápido, porque terei fome depois e beliscarei... Eu sempre fui assim, lembro que quando era pequena meu avô brigava que eu parasse de ler enquanto almoçava, pois "estragava as vistas", hehehe. São hábitos de 40 anos, mas minha gordura já tem quarenta anos, então vamos aproveitar a próxima metade da minha vida (se eu viver até os 80 anos) para mudar isso, que tal?

Almoço: Meu marido está em casa hoje e está fazendo o almoço. Mas já são 13:30 e ele ainda foi no supermercado, então vou aproveitar para fazer o segundo exercício hoje mesmo. Estava com fome (agravada pela ansiedade, já que amanhã vou levar minha papelada na Prefeitura e tenho um milhão de dúvidas quanto ao que vai acontecer: e se eles não aceitam a declaração do CRP? E se eu precisar ter o diploma, e não somente a colação de grau? E se eles me mandarem trabalhar com educação ou em outro lugar que eu não tenha me interessado durante minha formação? Ahhhhhhhhhhh), então tentei três coisas:
1º Beber água e coca zero » eficácia moderada
2º Respirar fundo (já que para mim desejo por comida e ansiedade andam de mãos dadas) » eficácia leve
3º Vim fazer este post » eficácia moderada

Eu estou sempre consciente da barriga vazia, da ansia em comer para aliviar este incômodo físico e emocional... Ai, se eu pudesse comer como antes! Eu posso, é claro, mas não quero!!! Eu não quero!!! Mesmo com a barriga cheia, empanturrada, minha ansiedade ainda vai estar lá, só que "bloqueada", "tapada", "espezinhada" pela comida, mas ainda lá! Eu tento conversar sobre isso com meu marido, mas ele não me ajuda muito não, quer resolver, me dar soluções, e eu só preciso conversar sobre essa ansiedade. Concordo que estou muito chata, este feriado só consegui pensar sobre isso (e falar sobre isso). Mas ninguém merece receber uma convocação no primeiro dia de um feriado tão longo!!!

Continuação das tentativas de distração:
4º Conversar com meu marido (sobre outros assuntos que não minha ansiedade frente ao meu novo emprego), vendo TV » eficácia alta » Bem, após conversar com meu marido ficou um pouco mais fácil esquecer da barriga vazia...

Meu almoço foram 3 canelones de 3 queijos, nem um pouco light, então tive que comer pouquinho. para não extrapolar os pontos. Então sabia que comeria rápido... Sentei na mesa com minha filha e a amiga dela (então conversei um pouquinho enquanto descansava os talheres, funcionou para distrair, mas sem tirar atenção da comida), fui comendo de tiquinho em tiquinho, mastigava bastante, paráva, lavava uma loucinha (quem gostou foram meus filhos, pois geralmente eles lavam a louça do almoço), voltava, comia outro pouquinho. Mas terminei aos 15 minutos. Levantei, peguei uma laranja, descasquei e comi. Duração total: 21 minutos. E desta vez não foi difícil, me distraí um pouco com minha filha, estava com muita fome (vide exercício abaixo), então a fome não acabou antes da comida, foi perfeito! Poderia almoçar assim todos os dias (mas não sozinha, buá)...

Lanche: Terminei meu almoço as 14:10, então tive fome as 18:00. Consegui adiar até às 19:30 bebendo água, vendo Lost, e depois The New Adventures of Old Christine. Mas a sensação de fome continuou, ela não sumiu. Nossa, faz tanto tempo que eu não sinto fome de verdade que não tenho noção se isso é normal ou não! Será que as pessoas magras sentem fome, mas ignoram? Ou será que elas param de sentir fome? Porque eu ainda não "parei" de sentir fome, eu apenas "ignorei" a sensação, mas a fome estava lá, doendo! Tomei o lanche (quase jantar) às 20:45.
Quanto à sentar e comer devagar, confesso que tentei comer na sala e ver se dá diferença. Descobri que na sala como ainda mais devagar. Demorei 20 minutos para comer o mesmo lanche que comi de manhã, mas sem a fruta... É mais fácil, e eu consegui prestar atenção do mesmo jeito...

Jantar: Depois de enrolar o dia inteiro, postergando as refeições, são 21:00 e eu ainda estou com o estômago cheio. Então posso afirmar que, se for comer antes de dormir (e eu vou dormir cedo para amanhã chegar logo!!!) será de gula, palavra que não mais pertence ao meu vocabulário. Gostei bastante de entrar em contato com minha fome, novamente, mas de maneira menos radical do que no dia em que fiz o exercício de tolerância à fome. Acredito que a chave para comer como uma pessoa normal é sentir fome e comer somente quando estiver com fome. Sou grata a este livro por ter tido a oportunidade de desmistificar isso: o monstro da fome não é tão feio quanto eu pensava!

Pós escrito: A fome surgiu lá pela meia noite. Mas aí já estava na cama, então me concentrei para dormir, e deu certo! Só tomei café da manhã no dia seguinte...

4 comentários:

Andrea Aoki disse...

Complicado né? Mas com certeza antigamente se comia assim e as mulheres eram bem mais magras q hj rsrs!

Eu infelizemente ainda como rápido e na frente do computador ou na frente na TV, afeee q feio né? Mas não consigo comer sozinha na mesa e sem nada como vc disse, rsrs, acho que se fizesse isso tb comeria bem menos, mas talvez ficasse com fome, será? Dizem que cérebro demora a processar aí se a gente come rápido acaba comendo mais do q precisa, ai ai como é dificil rsrs nessa vida "muderna" de hj em dia, rsrs

Bjusss e boa quarta!

Jennyfer Ferreira Francia disse...

Oie... eu comecei um blog que pode te ajudar com dicas e tirar dúvidas sobre alimentação e nutrição.
Meu nome é Jennyfer e sou estudante de Nutrição. Dá uma passadinha lá, me add aos seus favoritos que sempre tem novidades no blog. Dá uma lida no Post inicial pra você entender.

O blog é: http://rangoteen.blogspot.com

Espero que eu possa te ajudar!! Beijinhos

Ju Facchin disse...

Eu ate que consigo comer sozinha, mas correndo sempre, nao consigo comer devagar , vou tentar os seus exercicios hoje.Talvez vc nao precise seguir a risca o livro se vc se distrai e nao desliga da alimentaçao vendo tv, vc pode tranquilamente fazer a modo seu.
Meu marido tbm quer me dar soluçoes, e ele come muito, mas nos horarios , nao belisca, mas a quantidade e a qualidade da alimentaçao sao pessimas, entao nao vale ele é magro por pura sorte.
Bjs e sucesso pra vc.

Tamara Araújo disse...

Eu sou meio que uma britadeira quando como rsrs.. como muito rápido e tenho que me controlar.... vamos conseguir. Beijo!

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Seu incentivo é muito importante para mim!

Related Posts with Thumbnails